ARTIGO

É possível virar o jogo na crise? Veja 5 dicas que podem fazer a diferença para seu negócio

Data de publicação: 22.10.2020

Empreender é desafiador. Fazer isso diante de uma crise - como a enfrentada pelos empresários durante a pandemia - exige ainda mais preparo e planejamento. Quantas vezes você se perguntou: como lidar com tudo isso? É possível virar o jogo?

Há caminhos para seguir firme nos negócios (e inclusive crescer), mesmo diante das adversidades. Enfrentá-las e até mesmo transformá-las em oportunidade exigem mais do que jogo de cintura. É preciso planejamento e atenção na tomada de decisões.

Se você está se questionando sobre o assunto, quer virar o jogo e precisa de um estímulo ou uma direção, não deixe de conferir as dicas a seguir. Com base no material “Planeje-se para enfrentar a crise”, preparado pelo SEBRAE, o VAE lista pontos fundamentais para quem busca soluções para seguir empreendendo em tempos de crise.

1) Reduza os custos

Enfrentar uma crise significa atenção redobrada às despesas. Avalie os custos e verifique em que setores a empresa pode diminuir os gastos. Fazer um planejamento é o primeiro passo. Para começar a cortar gastos, é importante conhecê-los minuciosamente.

A primeira dica é separar as despesas em categorias: necessárias, a negociar e supérfluas. Assim será mais fácil definir o que pode ser cortado e enxugado. Você também precisa eliminar fontes de desperdício. Para identificá-las, conte com sua equipe e observe os processos. Organização, otimização do tempo e criatividade são fundamentais.

2) Produtividade como hábito

Melhorar a produtividade também se torna ainda mais essencial em um momento de crise. É assim que você e sua empresa vão conseguir melhores resultados. Para isso, é fundamental manter o ânimo e, além de aplicar técnicas, transformá-las em hábito.

Como fazer isso? Organização é uma das palavras-chave. É necessário manter o controle das atividades. O ponto fundamental é transformar essa organização em hábito, o que vai provocar o aumento da capacidade de execução, ou seja, da produtividade.

3) Atenção ao cliente

Conheça o perfil dos seus clientes, suas necessidades e preferências. Saber quem é o seu consumidor será fundamental para definir estratégias, reter seu público no momento de crise e manter as vendas.

Lembre-se: ao estabelecer uma relação de confiança, você ganha credibilidade e fideliza o cliente. A partir daí, surgem possibilidades de estratégias para oferecer produtos complementares, exclusivos e descontos. Mais satisfação, mais retorno.

4) Busque inovar

Reinvenção tem sido crucial durante a crise. Buscar novas soluções é um dos caminhos para manter-se diante de um cenário adverso - e fazer tudo isso com transparência e com apoio da equipe é fundamental.

E não precisa se assustar, nem achar que está tudo errado: nem sempre inovar significa fazer uma grande transformação. Você pode inovar fazendo pequenas mudanças no dia a dia. Que tal repensar a forma como se comunica com o cliente? Você tem usado a tecnologia como aliada nos negócios? O que você tem feito de diferente? Reflexões como essas são necessárias para que você comece a perceber oportunidades de mudança.

5) Siga as recomendações de saúde

Empreender durante a pandemia do coronavírus não tem sido tarefa fácil. Após o fechamento de muitos estabelecimentos, a reabertura tem sido gradual, acompanhada de uma série de novas exigências. O jeito é adaptar-se à nova realidade. Você faz parte desta mudança e precisa conhecer todas as orientações de saúde para o seu segmento.

Siga todas as recomendações, com atendimentos nos horários estabelecidos, e exija que todos cumpram as regras. Fique atento aos protocolos de saúde, cumpra as exigências, informe as normas aos seus clientes e demonstre que a empresa está preocupada com eles e com seus colaboradores. Reforce a importância do distanciamento e da higienização. Use máscara e disponibilize álcool gel.

Fonte: https://bit.ly/3kgFMQu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *